AOPL agrega todos os operadores do Porto de Lisboa

Pela primeira vez, desde há mais de 10 anos, a Associação de Operadores do Porto de Lisboa (AOPL) agrega todos os operadores do Porto de Lisboa – o Grupo ETE, Grupo YILPORT e o Grupo TMB. O facto acontece no momento em que foram eleitos, em março deste ano, os novos corpos sociais da associação que tem agora Andreia Ventura como presidente.

Entre as prioridades da nova direção que motivaram o alinhamento dos diversos operadores, destacam-se os seguintes eixos:
• apostar no desenvolvimento do Porto de Lisboa e potenciar o valor económico da sua localização geoestratégica para a cidade, para a região e para Portugal;
• assegurar a competitividade e a concorrência do Porto de Lisboa, nomeadamente através da renegociação dos prazos das concessões de serviço público de movimentação de cargas;
• reforçar a ligação entre o porto e a cidade;
• fomentar a construção de parcerias e entendimentos entre os diversos stakeholders do Porto de Lisboa.

Segundo Andreia Ventura, presidente da AOPL, ‘para a AOPL, os interesses dos operadores portuários que representa devem ser defendidos levando em conta a relevância económica e social do Porto de Lisboa, pois a sua influência e impactos económicos diretos e indiretos têm um alcance não apenas local, mas também regional e nacional. No âmbito das parcerias e entendimentos, a AOPL quer fomentar o diálogo com todos os stakeholders do Porto de Lisboa, desde o Governo, através do Ministério do Mar, e a APL, a todas as entidades com interesses nessa zona, nomeadamente todos os municípios da área de jurisdição do Porto de Lisboa, como a Câmara Municipal de Lisboa.’

Nova direcção
Partilha