Porto de Lisboa tem impacto económico total de
58 mil milhões de euros de produção nacional

Valor do Porto de Lisboa

O Porto de Lisboa é um porto multifuncional, com diferentes valências que vão desde a área da carga, aos passageiros, náutica de recreio, marítimo-turística e atividade de construção e reparação naval. A área de jurisdição do Porto de Lisboa, na sua vertente terrestre, abrange 11 Municípios (Oeiras, Lisboa, Loures, Vila Franca de Xira, Benavente, Alcochete, Montijo, Moita, Barreiro, Seixal e Almada), 110 km ribeirinhos e, na sua vertente flúvio-marítima, uma superfície de 32.500 ha.

A sua área de abrangência (hinterland) tem especial incidência na Área Metropolitana de Lisboa, mas abrange ainda as regiões da Lezíria do Tejo e do Oeste, Centro e Alentejo, ultrapassando, a Norte do Tejo, a região de Leiria.

IMPACTO ECONÓMICO TOTAL DO PORTO DE LISBOA

Segundo o estudo realizado em 2016 pela Augusto Mateus & Associados, o impacto económico total associado ao Porto de Lisboa, tendo em consideração os efeitos diretos, indiretos e induzidos, ascende a:

58 Mil Milhões €

Produção Nacional

722 Mil

Postos de Trabalho

16% Emprego

Portugal

23 Mil Milhões €

Valor Acrescentado Bruto

15% Riqueza

Nivel Nacional

11 Mil Milhões €

Remunerações

A Área Metropolitana de Lisboa é o maior polo de consumo do país (26% da população residente no país com um poder de compra 25% superior à média nacional). A AML é a Região NUTS III responsável por mais de dois terços (70,4%) do comércio internacional de mercadorias que passam pelo Porto de Lisboa, das quais 62,9% são exportações e 76,5% importações.

A região de polarização de Lisboa (que a abrange a Área Metropolitana de Lisboa, os polos das regiões do Oeste, da Lezíria e do Médio Tejo, da região de Leiria e do Alentejo Central e Litoral) representa 30% do território, 40% da população, 41% das empresas, 43% do emprego e 50% da riqueza gerada no país.